fbpx
Juci Nones

Juci Nones

Como Parar de Procrastinar

como parar de procrastinar

No texto da vez, eu vim te mostrar como parar de procrastinar. Com 6 técnicas que você pode usar para fazê-lo. Não é de uma hora para outra, mas se você for usando-as, tenho certeza que vai melhorar. Lembrando que procrastinar é um sinônimo de prazer, a curto prazo, muitas vezes, mas é. Nós deixamos para depois tudo o que não proporciona prazer, fugimos da dor. Este é um processo natural do cérebro, fugir da dor e buscar o prazer. Então tem algumas coisinhas que você pode fazer pra te ajudar a “enganar” o cérebro.

Você sabe o que é procrastinar? Bem simples: é deixar as coisas para depois. Acredito que já tenha acontecido com você, de deixar algo para depois e acabar perdendo um prazo ou se sentindo mal, sentindo-se frustrado por nunca fazer tal coisa que quer ou que precisa, estou certa? Então, é isto.

Todo mundo procrastina algo, no entanto nem todo mundo é um procrastinador. Dados indicam que 20% dos procrastinadores são procrastinadores crônicos, os demais precisam só de treino para algumas mudanças. Todos nós deixamos algumas coisas para depois, é quase que natural do ser humano, mas isso, em grande escala, pode nos atrapalhar muito em nossa vida. Procrastinar coisas importantes, aquelas ações que te levam ao estado desejado é que pode ser um grande problema e é necessário mudar e saber como parar de procrastinar no seu dia a dia.

Importante lembrar que estas técnicas funcionam e muito, você precisa praticá-las constantemente até criar novas sinapses cerebrais e o cérebro adquirir estes novos comportamentos como um hábito.

Técnica número 1: “Vai Sem Vontade Mesmo”.

Não espere que você acordará com vontade de fazer coisas que não costuma fazer de um dia para o outro. Dificilmente. Mas, o importante é fazer, para começar a mudar, mesmo sem vontade no começo, até criar o hábito. Eu digo sempre para meus clientes: pratique para ter prática! Então vai que a vontade a parece, não é mesmo?

Técnica número 2: “Carochinha”.

A técnica carochinha diz que é eficaz desfragmentar as tarefas. Pois sem ficar tão puxado, você produz mais. Exemplo: faça uma lista de coisas a fazer e comece a fazê-las usando um cronometro. Quando o timer tocar (primeiramente, ao fim dos primeiros 25 minutos), faça um “X” nas tarefas concluídas ou anote o status de seu trabalho (50% concluído, por exemplo) e faça um breve intervalo de 5 minutos. Nessa pausa, aproveite para fazer outras coisas não relacionadas à tarefa. E assim sucessivamente, em tantos intervalos de tempo que precisar, dependendo da sua lista.

Técnica número 3: “Ganho-Perda”.

Nessa você precisa analisar. Analisar o que ganha a longo prazo com as tarefas que precisa fazer. Não se deixe enganar pelos ganhos imediatos. É aí que entra a história do prazer, sabe? Prazer a curto prazo que traz dor a longo prazo. Fique no comando do cérebro, porque ele adora um “prazerzinho”, lembra? Assim, você filtra, e escolhe fazer as tarefas importantes e que mais vão fazer diferença na sua vida. Aquelas tarefas que a curto prazo são chatinhas, mas a longo prazo vão trazer uma satisfação tremenda.

Técnica número 4: “Pergunta Mágica”

Sempre se perguntar “por que?”, “por que estou fazendo esta tarefa?”. Você precisa saber se ela faz parte de te levar para o seu objetivo, se ela vai te levar para aonde você quer chegar, para não estar perdendo tempo fazendo coisas em vão. Muita gente se desmotiva e procrastina simplesmente por não saber porque está fazendo algo. Saber os porquês é que nos motivam e nos fazem parar de procrastinar.

Por exemplo: eu tinha uma cliente que veio até mim para uma mentoria comportamental integrativa individual para desenvolver a comunicação. Ela era muito introspectiva, insegura na comunicação e isso a impedia até mesmo de ser promovida no trabalho, então apliquei várias técnicas com ela e como ação de casa ela precisa ler, pegar um livro ler algumas páginas por dia, algumas partes em voz alta para que o cérebro pudesse acostumar com o tom da voz dela e desenvolver o que fosse preciso enfim, dentre inúmeros exercícios e técnicas que usamos para chegar ao estado desejado dela esse era um, e ela não se motiva a ler, sempre procrastinava então pedi à ela: me diga algo que quer fazer no futuro.

Ela disse: quero estudar moda. Eu perguntei: pra que? Ela respondeu: pra desenhar e costurar roupas. Continuei: pra que? Ela: para vender depois. Certo, eu disse. E para vender, do que você precisa? Ela respondeu: conversar, me comunicar melhor. Eu disse: certo, e pra isso, o que você precisa fazer? Ela: as ações da mentoria, ler, fazer resumos, ler em voz alta… A partir do que ela disse, o que eu fiz? Eu associei a ação aos porquês dela e então mesmo que ela não estava com muita vontade de ler, ela ia lembrar que a curto prazo isso seria chato, mas que a longo prazo seria muito bom para o objetivo dela.

A motivação de fazer vem dessa associação. Então, faça isso: entenda o propósito de tal ação.

Técnica número 5: “Oscar”

De vez em quando, dê pequenos prêmios para você mesmo, pelo que já fez até agora. Mais uma forma de impulsionar seu cérebro a fazer, porque é um prazer ganhar presentes, não acha????

Exemplo: enquanto está fazendo algo, a cada 1 hora se dê um intervalo com qualquer coisa que goste ou quando terminar tire uma  folga, algo do tipo. Por exemplo: quando eu acabar meu projeto de TCC vou fazer uma viagem, vou ao cinema ou vou me presentear com algo…

Enfim, prometa algo de bom a si mesmo antes da tarefa começar. Assim, é provável que seu cérebro vai parar de procrastinar, porque ele vai estar a espera deste algo.

Técnica número 6: “4 Segundos”

É uma técnica para ser usada mais para pequenas tarefas. Jogar o lixo fora, acordar sem o “soneca” do despertador do celular… inclusive, se você acorda assim, depois de vários “soneca’, lamento lhe informar mas já está enfraquecendo a sinapse da ação imediata em seu cérebro. Esta pequena ação pode reforçar seu hábito de procrastinar coisas importantes. Enfim, voltando… para aquelas tarefas básicas, simples e que mesmo assim você insiste em deixar para depois.

Como funciona a técnica: quando está sem nenhuma vontade, com muita preguiça de fazer as coisas, mas precisa muito fazer. Pare, respire, lembre-se de sua responsabilidade e conte até 4. Assim: “1, 2, 3, 4 VAI!” e se impulsione para fazer de uma vez por todas.

1, 2, 3, 4 e VAIIIIIIIIII… PAU NA MÁQUINA!

Então, é isso. Use essas técnicas para parar de procrastinar. Podem parecer muitos fáceis e por isso você pode achar, quem sabe, que não dão certo. Mas posso garantir que dão. A longo prazo podem fazer grande diferença na sua vida, porque você vai ter feito tudo que precisou pra chegar em seus resultados que tanto almeja. Não vai mais sentir culpa, não vai mais se sentir frustrado(a), não vai perder parcelas e também vai diminuir conflitos em relacionamentos.

Leia mais em nosso blog:

https://institutojucinones.com.br/blog/

Conheça nosso canal do YouTube:

https://www.youtube.com/channel/UCJlcgUVi2YMVNPZecCa1nqQ?view_as=subscriber

Conecte-se conosco:

https://bit.ly/conecte-se-conosco

Receba nossas novidades!

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *